Mensagem Pascal/2011

11/05/2011 20:38

Mensagem Pascal/2011

 

“Precisamos agradecer a nosso Senhor Jesus Cristo pela salvação que nos propiciou através da sua paixão, morte e ressurreição. Jesus não só salvou, mas também mostrou como é importante a forma de vida cristã que devemos praticar”

 

 

 

 

Caríssimos filhos e filhas espirituais:

Padres, diaconos, diaconisas, monges e vocacionados,

Leigos e todo povo santo de Deus.

Dom José Faustino Filho, pela graça de Deus e de Sua Santidade, o Patriarca Ignatius Zakka I Iwas, Bispo auxiliar (vice-presidente) da Igreja Sirian Ortodoxa de Antioquia no Brasil e Bispo Diocesanos do Centro-Oeste e dos estados do Tocantins e Pará.

Neste tempo PASCAL cumpro o dever de comunicar-vos a Boa Nova da Igreja: Cristo ressuscitou como havia dito. Aleluia!

Quando Jesus Cristo, na plenitude dos tempos veio e iniciou a sua missão, começou este ministério de Deus a ser revelado. As pessoas começaram a segui-lo, a se “consagrarem a Ele” (Ef. 1, 10). De modo natural, formou-se em torno Dele, tendo-o como pessoa central, um agrupamento que é o início da Igreja.

Uns plantam e outros colhem, diz a Bíblia Sagrada. Foi-lhes comunicado o dom de administrar a vinha. A missão de uns é plantar e de outros é colher os frutos da dedicação e da generosidade dos talentos confiados aos servos, “pois não vos chamo mais de servos, mais de amigos, pois fiz conhecer os mistérios do reino a vocês”. Portanto, houve quem plantou, e, haverá quem recolha o esforço do suor de quem se entregou livremente ao campo do Senhor.

Sejamos como Jesus que amou tanto, que se entregou a morte. A morte na cruz.

Há tantas formas de amar. E todas elas quando autênticas, belas. A tal ponto que o mestre da patrística Santo Agostinho, dizia que quem quisesse fazer o correto deveria primeiro amar, depois poderia fazer qualquer coisa. Mas amar verdadeiramente.

Jesus Cristo o mestre do amor nos amou verdadeiramente ao passo que amar podemos até a hora de morrer.

Jesus Cristo está vivo e faz história conosco.

Precisamos agradecer a nosso Senhor Jesus Cristo pela salvação que nos propiciou através da sua paixão, morte e ressurreição. Jesus não só salvou, mas também mostrou como é importante a forma de vida cristã que devemos praticar. Devemos acreditar e trabalhar pela Igreja alicerçada com seu próprio sangue, devemos ser carinhosos, humildes e amar a Deus e ao próximo para merecermos o Reino, por Ele prometido, assim seremos como os discípulos e todos os santos padres ortodoxos, testemunhas verdadeiras da ressurreição. Por isso, lembremo-nos do que Jesus disse: “Sou o primeiro e último. Sou o vivente. Estive morto, mas estou vivo para sempre, tenho a chave da morte e da morada dos mortos” (Ap. 1, 16-18).

Deus enche os corações de felicidade com a ressurreição de Cristo e merecermos ressuscitar na sua segunda vinda, junto com aqueles que acreditarem nEle e fizeram bondade para que nos herdássemos o Reino de Deus.

“Vinde e tomai a luz da luz sem acaso e daí glória a CRISTO, o ressucitado dentre os mortos”.

Cristo ressuscitou em seus seguidores, nos que assumiram sua causa e sentido de sua morte.

Enfim, vivamos a glória da ressurreição. Cristo está conosco!

Boa Páscoa, meus irmãos!

Dom José Faustino Filho

Aparecida de Goiânia/GO, Páscoa de 2011

Enviado em 27/04/2011


http://www.cssmd.com.br/site/index.php/mensagem-pascal2011/